domingo, 2 de outubro de 2016

Troco-me toda...





Ofereci-te tanta coisa. 
A mais preciosa, 
aquela que há muitos anos não dava a ninguém
 - a mais preciosa, repito,

foi a minha absoluta disponibilidade para estar contigo, ouvir-te, ou estar em silencio perto de ti.

Al Berto



eu dou. tu dás. nós damos. ambos damos. e vamos calmamente jogando este divertido jogo de dar e receber numa doce troca. troco os meus abraços por pasteis de nata quentinhos num estacionamento de hospital, troco um fim de semana já marcado há muito com os meus amigos pela loucura imprevista num spa de hotel num fim de semana a dois, troco sonoras gargalhadas por caricias proibidas numa longa e interminável viagem de carro, troco mimos teus por mimos meus em palavras; chamo-te cabeçudo, troll, matraquilho, parvalhão enquanto tu me chamas, fofa, amor, jeitosa e mais merdas lamechas e peçonhentas que me deixam apavorada de tão pirosas que são, troco cocegas por um avio de murros e pontapés acompanhados de riso, troco sexo à camionista pelo gosto tanto de ti miúda trocado no final. troco o deixar-me ir pelo fazeres-me vir. contigo troco-me toda. 

10 comentários:

  1. é muito bom esse sentimento quase adolescente. é amor. é bom. troca-te aí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. conta corrente: Ainda não o considero amor, (não o amo) é uma coisa boa e isso eu sei... o resto espero descobrir.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Isabel Pires: Ando às voltas na rotunda a trocar-me toda...

      Beijinhooooo

      Eliminar
  3. Eu li "toco-me toda", pensei que fosse um post mais quente... afinal era lamechas!! :p

    Fui...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sog: Ahhh toco-me toda também era fixe...põe os óculos pá!

      Beijinhooooo

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Laura Ferreira: Um sorriso de obrigada:)

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Son da Mamã: Não sei se estou. Vou dar mais uma voltinha à rotunda e entretanto vejo se consigo perceber se fico ou saio na próxima saída.

      Eliminar

Diz aí nada ou coisa nenhuma.