terça-feira, 27 de setembro de 2016

Arrumar [TE]...


14-12-2015



Abri as janelas. Deixei entrar a luz e o vento fresco que soprava lá fora. Ganhei finalmente coragem, forças lá onde nem eu sei para a limpeza geral que queria fazer. Porque era preciso. Arrumei tudo. Arejei a casa. Substitui recordações. Encafuei fotos, lugares e poemas fofinhos no lugar mais escuro que encontrei. Engasguei-me umas quantas vezes com as lágrimas, deixei escapar um pontapé de raiva numa bisnaga de gel do cabelo, amarfanhei o coração e engoli em seco todas as vezes que amachuquei posters e bilhetes de avião. Solucei ao arrumar sonhos. Guardei tudo no sótão das emoções numa caixa onde escrevi a caneta azul, parvalhona de merda em letras garrafais, bonitinhas, bem alinhadas. Perfeitas. Suficientemente longe da vista para não mais recordar mas ali perto do coração para se algum dia me esquecer. Arrumei-te.

E preparei-me para ser feliz.

10 comentários:

  1. AC, cuidado ao acordar. :)

    http://oimpontual.blogspot.pt/2016/09/inconjuravel.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Impontual: Fui-te ler. parece que andamos todos em arrumações. Há as limpezas de Primavera, aqui são mesmo as limpezas de Outono.

      Não espero acordar. Quando desligo é de vez. E para sempre.
      Tenho por norma nunca voltar aos lugares onde já fui feliz.

      Eliminar
  2. Olá! Por vezes é necessário deixar de usar as roupas velhas, para que as novas nos façam sentir melhor! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paloma Faith: Abrir as janelas para deixar entrar o ar fresco e finalmente estar disponível para deixar acontecer.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. l'Enfant terrible: Já estou a ir... e a ir bem.

      Eliminar
  4. Arrumar...é isso que vou tentando fazer com certas coisas, com certas pessoas mas caramba, é dificílimo conter as coisas num espaço fechado....caraças...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PM: Passado é passado e é lá no passado que deve ficar. Quem vive de passado é museu. Há que seguir em frente e acreditar todos os dias que "É hoje" que se vai ser feliz.

      Beijinho grande

      Eliminar
  5. sms pra cá
    sms pra lá
    beca beca beca
    afinal...
    perdeste nos matraquilhos! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo: Não... o matraquilho continua cá. Falo aqui de arrumar o passado, repara na data da fotografia. Agora que finalmente encerrei o que já devia ter fechado há muito posso seguir em frente e tentar ser feliz. Ainda mantinha demasiados laços que já não serviam para nada.

      Eliminar

Diz aí nada ou coisa nenhuma.