quinta-feira, 9 de abril de 2015

Sabem a decisão que tinha vindo a adiar? Pois hoje foi o dia...


"Sou o que tem para hoje. 
Tão carente internamente e tão verdadeiramente impenetrável. Mantenho as portas fechadas para o mundo e reclamo que não há quem queira forçar a entrada. 
Sou o que tem para hoje. 
Nunca a primeira opção, nunca o suficiente, sempre inconformada e às vezes insatisfeita, mas não há o que fazer. 
Sou o que tem para hoje, para mim."
 
(anónimo)

Este blog sou eu. Depois de quatro anos de existência fazendo parte da minha rotina quase todos os dias, com muitas estórias de trabalho contadas, alguns segredos partilhados, paixão avassaladora pela vida e muita vida vivida, preciso deixar partir este pedaço de mim. Já tinha pensado nisso mas fui adiando porque com toda a franqueza é-me muito doloroso, quase tanto como uns valentes chapadões na tromba. Mas a vida é assim, um lugar comum, vulgarzinho, onde toda a gente sabe que é preciso encerrar portas para se voltar a abrir outras, ou só uma janela. Fui perdendo com o tempo alguns dos primeiros a chegar aqui, os que me acompanharam na escrita atabalhoada, nem sempre bem escrita, explícita ou correcta. Fui dando apenas o meu melhor. O que perdi toda a gente sabe que não se recupera. Aos que ficaram e acompanharam-me em palavras trocadas, nos momentos bons e nos outros que também foram muitos, espero apenas ter sido uma boa companhia. Agora sigo caminho sem mais lamechices que eu sou uma rapariga que odeia despedidas.

Sejam felizes. Vivam-se. 

32 comentários:

  1. Sua tonta! Eu quero que regresses! :)

    ResponderEliminar
  2. Querida AC, tenho muita pena que feches esta porta por onde muitas vezes entrei e me sentei a ler a tua alegria de vida. Adorei os teus relatos de situações profissionais que viveste e alguns contei-os às minhas filhas e a outras pessoas, tão cheios de conteúdo - muitas vezes tão triste - são.
    Espero que se te abram mais portas e outras tantas janelas e que essa tua alegria de viver só cresça e contagie outros, como me contagiou a mim.
    Um abraço apertado e um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Ohhh... Estás mesmo a falar a sério?

    ResponderEliminar
  4. quando abrires a janela, conta-me de teus ventos.

    Que vivas lufadas de ar novo, ar fresco e límpido.
    Com Carinho

    Babysuicida

    ResponderEliminar
  5. Todos nos apaixonámos por ti e mesmo sem confiar em ti por uma razão que nunca soube explicar, desejo-te que sejas feliz A. C. , apenas porque sim.

    AC Groupie

    PS: Vou sentir a tua falta.

    ResponderEliminar
  6. Eu fui das primeiras a chegar e que nunca perdeste. Simplesmente porque admirava e deliciava-me com a tua "tua escrita atabalhoada, nem sempre bem escrita, explícita ou correcta". E, se precisares, andarei por aí...

    Beijo enorme

    ResponderEliminar
  7. Vais fazer falta... detesto despedidas .
    Deixo um beijo !

    ResponderEliminar
  8. Ai...oh miúda, deixa-te lá de coisas. Tira umas "férias" disto, faz uma pausa e depois volta ao activo.
    Vá, não te precipites porque há por aqui muita gente que gosta de te ter por 'perto' e este é um meio que permite isso com alguma facilidade.

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Vou sentir falta das vezes em que cheguei aqui e soltei umas gargalhadas com as tuas estórias, e me entristeci com outras tantas, sabes que gosto de te ler, a tua sinceridade já não se encontra em muita gente. Espero que apesar de fechares está porta outras se abram para ti e te mantenhas assim... Sempre tu mesma
    Beijinho imenso miúda

    ResponderEliminar
  10. Não se faz... mas se tem que ser... que seja... Felicidades e pra frente é que é caminho!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Vai com Deus:) Gostei muito de conhecer o que deste a conhecer de ti aqui.
    Imagino-te arisca, vivaça, sorridente. Obrigada pelos momentos partilhados (todos, mesmo aqueles em que me fizeste chorar).
    Que a cada dia vivido, adormeças FELIZ. Até Sempre:)

    ResponderEliminar
  12. Olha, meia fã de AC/DC, vê lá se vais dando notícias :)

    Bjka, Srª Enfermeira :D

    ResponderEliminar
  13. Mauuu!!! A tua sorte é que eu arranjei as unhas ontem, senão levavas umas unhadas!!! Bem, tu sabes onde me encontrar se te apetecer visitar! Bjinhauuu!!!

    ResponderEliminar
  14. Fizeste desta tua casa a casa de muita gente.
    Aqui choramos a rir com as tuas aventuras hospitalares e não só, aqui choramos de alegria e de tristeza com as tuas emoções, aqui retiramos um pouco de ti e deixamos um pouco de nós.
    E eu que tive a sorte de, maior parte das coisas que aqui lemos, ouvi-las ditas da tua boca acompanhadas pela música das tuas deliciosas gargalhadas e outras ainda tive o privilégio de as viver contigo, digo:
    Termina o capítulo, mas não termines a história.

    Beijo(te)!

    PS:Gosto-te muito!

    ResponderEliminar
  15. Ohhh não. Não faças isso :) gostamos tanto de te ler.

    ResponderEliminar
  16. AC,

    Não vou pedir para ficares. Ao contrário de muitos outros blogs que existem por aí, o teu sempre foi teu e não "para os outros".

    Gostei muito de te ler, vivendo e emocionando-me com muitas das tuas jornadas com as agruras da vida e do embate (não combate) com as coisas menos boas que tantas vezes esquecemos que acontecem dentro de hospitais.

    Com as tuas palavras,muitas vezes, fiquei devastado perante a fragilidade de que somos feitos. O contacto com a tua realidade profissional, traduzida em textos plenos de factos e não de dramatismo, fizeram-me vivenciar o dia-a-dia feito de coisas brutas e brutais.

    A ti, ergo uma taça do melhor champagne imaginário e brindo a existência de quatro anos deste blog que foi muitas vezes "tudo de muita coisa!"

    Beijo,
    Walter Ego

    ResponderEliminar
  17. Gostei de te conhecer...
    Cuida-te.
    Adeus.

    NB

    ResponderEliminar
  18. Apagaste tudo :(, vou sentir falta de ler a tua verdade, sentir a intensidade que pões nas palavras e na vida. Continua assim, tudo de bom.

    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Faço minhas as primeiras palavras do Walter Ego "Não vou pedir para ficares. Ao contrário de muitos outros blogs que existem por aí, o teu sempre foi teu e não "para os outros".´
    Esta é uma absoluta verdade pois há uns blogs por aí que vão indo e depois vão chegando, que fecham e depois voltam, que morrem e depois nascem em formatos de só para se mostrarem aos outros...
    A tua forma genuína de ser, estar, pensar e permanecer causa "perturbações", vamos chamar-lhe assim e a tua felicidade em viver E DEIXAR VIVER incomoda muita gente mas tu permaneces sempre tu, és fiel a ti mesmo e isso é raro hoje em dia. ÉS ÍNTEGRA!
    Da minha parte SÓ TE POSSO AGRADECER por tudo o que partilhaste aqui: o pessoal, o profissional, o social, o íntimo, o particular, o universal, o diverso, o pormenor...aprendi muito contigo e de todas as formas que o fizeste. Aliás as tuas formas variadas de comunicar as mais diversas situações, os mais diversos sentimentos e estados de espírito, são dignas de tudo o que um ser humano gosta de sentir: cumplicidade e compreensão.
    Assim, não te conhecendo, ficamos com a sensação de que nos conhecermos há muitos anos:) ficamos à vontade para te ler e "ouvir" e com vontade de!
    Já com saudades deixo-te beijos e abraços fortes e desejo-te muitas alegrias, muitas gargalhadas, muitas "cambalhotas" ;) e muita força e coragem para aqueles dias "mais fortes" (aqueles dos tijolos que o tipo lá de cima de vez em quando manda :).
    Até breve AC!

    ResponderEliminar
  20. Este é um dos blogs que mais saudades me vai deixar :(

    Que vivas sempre bem, querida Enfermeira! Beijo *

    ResponderEliminar
  21. Eu estava cá no início e continuei. Comento muito menos mas li quase sempre os posts e acompanhei as tuas aventuras. Espero que voltes. Aqui ou com outra casa aberta. O meu tasco está no sítio e o email também. Passa lá quando quiseres.
    Vou ter saudades tuas e de me chamares Pukas.
    Beijo grande e vai onde o vento te levar e não deixes os sorrisos em casa.

    ResponderEliminar
  22. Faço minhas as palavras já escritas.
    Um abraço sincero !!!
    Que tudo te corra pelo melhor !!
    JB

    ResponderEliminar
  23. Vai e volta.
    Pelo caminho não te esqueças de ir a NY.
    Um abraço

    SuperTramp

    ResponderEliminar
  24. A todos que por aqui passaram e perderam do seu tempo para me deixar uma palavra de apreço, um carinho ou apenas um beijo quero agradecer. Obrigada mesmo.

    Pensei desistir deste espaço, achei que era essa a solução. Mas em dois dias de ausência senti um vazio enorme, uma sensação de perda brutal e rapidamente percebi que preciso deste meu lugar. Desta casa onde venho debitar umas parvoíces, umas lamechices muito minhas, desabafar... Que o blog faz-me mais falta a mim do que a falta que eu eventualmente possa fazer a quem por aqui ainda passa. Que os outros me julguem? Que avaliem de mim parte do que eu sou? Pensei bem e estou-me nas tintas...já estava antes mas finalmente agora tomei consciência disso.

    Beijos a todos E....OBRIGADA:))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai miuda...que vazio me deu aqui deste lado...

      Decisão validada: bem vinda :) ao teu/nosso blog :)

      Beijo enorme :D

      Eliminar

Diz aí nada ou coisa nenhuma.