sábado, 20 de agosto de 2016

Fins de tarde...

O meu fim do dia

Nove da noite. O sol já se põe. Permanecemos ainda na praia. Quilómetros feitos à beira mar, intercalados com beijos e gargalhadas. E ofensas minhas, várias... És mesmo parvo. Idiota pá. Nunca te chamaram otário? Tanto tamanho e tão pouco juízo. Risos. Mãos entrelaçadas.  Cai a noite e o frio. Chegam as redes do peixe, respira-se o cheiro a mar e a pescado acabado de chegar. O vento assobia com força. Despenteia-me. Perdes tempo com a ponta dos dedos a retirar-me cada farripa colada à cara. Penteias-me suavemente com as mãos a tentar alinhar o que o vento descompõe. E eu... 

Eu naquele segundo, fecho os olhos e acredito que talvez seja isto que me faltava.

14 comentários:

  1. Respostas
    1. Laura Ferreira: Os fins de tarde são a minha altura preferida do dia. Quando o sol se vai deitar e leva com ele o dia que passou.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Jorge: Sou uma sonhadora...uma mulher menina cheia de sonhos.

      Eliminar
  3. Não querendo estragar o ambiente do post, parece-me que tens um email de uma certa editora que precisa de saber certas coisas sobre ti para te mandar uma certa coisa que compraste num momento de loucura. :))

    ResponderEliminar
  4. Tu pá! Ainda te apaixonas outra vez!!!!!!!

    :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Son da Mamã: Gostava muito até porque ele parece ser boa pessoa. Mas não me parece que consiga.

      Eliminar
    2. E consegues dormir em conchinha e fazer programas românticos com alguém por quem ainda nem sequer estás apaixonada?? Inveja.
      Também queria, a vida seria mais fácil...mas não consigo.
      Não é justo para nenhuma das partes. Prefiro estar sozinha até voltar a sentir as borboletas da paixão.

      Eliminar
    3. Anónima: Consigo tudo para tentar estar feliz e ser feliz. É óbvio que esta pessoa me despertou interesse, vontade de descobrir, e cuja companhia me deixa sempre a sensação de bem estar, mas daí até afirmar que o amo vai uma grande distancia.

      Se não tentares nunca vais descobrir quem podes um dia amar, ou só acreditas no a amor à primeira vista? A amar também se aprende e acredita que eu sei.. o tempo e a companhia juntos por vezes fazem milagres.

      Tenta... se não tentares não chegas lá. É para isso que existe a tentativa e erro.

      Eliminar
    4. As pessoas baralham-se com as tuas (in)confidências...
      Quem te conhece, percebe-te.
      Os outros, têm tempo :)

      Eliminar
    5. Son da Mamã: Ya...as pessoas parece que têm medo de errar... medo de viver. Guardam tudo para viver quando? Quando morrerem????

      Eliminar

Diz aí nada ou coisa nenhuma.