quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Estou que nem posso...


Aqui a miúda de má raça onde não entra bicho de espécie nenhuma está doente. A vomitar que nem uma pescada, capaz de deitar cá para fora as entranhas e em cansaço extremo. Não posso com uma gata pelo rabo, só quero mesmo estar sentada e melhor ainda deitada. Tenho continuado a trabalhar, a arrastar-me pelo trabalho. Dizem que é uma virose que anda por aí... eu digo que é a puta de uma virose que anda por cá...

E assim vamos indo.

Porque rir faz bem à pele e à alma e a mais umas quantas coisas...

Lição 1:

Um homem entra no chuveiro quando a sua mulher está a terminar o banho, entretanto a campainha toca. A mulher envolve-se rapidamente numa toalha e desce ao andar de baixo. Quando ela abre a porta, está lá o vizinho do lado. Antes que ela possa dizer qualquer coisa, o vizinho diz: "Dou-lhe 800 € para deixar cair essa toalha." Depois de pensar por um momento, a mulher deixa cair a toalha e fica nua à frente do vizinho. Depois de alguns segundos, o vizinho entrega-lhe os 800 € e sai. A mulher envolve-se na toalha e volta ao andar de cima. Quando ela chega à casa de banho, o marido grita: "Quem era?". "Era o vizinho", responde ela. "Óptimo", diz o marido, "ele disse alguma coisa sobre os 800 € que me deve?"

Se partilhar informações importantes referentes a crédito e risco com os seus accionistas a tempo, pode ser que evite uma exposição desnecessária.

Lição 2:

Um padre ofereceu boleia a uma freira. Ela entrou e cruzou as pernas, forçando o hábito a revelar uma perna. O padre quase teve um acidente. Depois de controlar o carro, ele deslizou sorrateiramente a sua mão pela perna da freira cima. A freira disse: "Sr Padre, lembre-se do Salmo 129!". O padre tirou a mão mas, ao mudar de mudança, ele deixou a mão deslizar perna acima novamente. A freira mais uma vez disse: "Sr Padre, lembre-se do Salmo 129!". O padre desculpou-se: "Desculpe irmã mas, a carne é fraca.". Chegados ao convento, a freira suspirou pesadamente e seguiu seu caminho. Na sua chegada à igreja o padre corre a procurar o Salmo 129. Ele diz: "Vá em frente, persista, mais acima, você vai encontrar a iluminação."

Se você não está bem informado sobre o seu trabalho, pode perder uma grande oportunidade.

Lição 3:

Um representante de vendas, um funcionário da administração e o gerente, estão a caminho do almoço quando encontram uma antiga lâmpada. Eles esfregam-na e aparece um génio. O génio diz: "Vou conceder a cada um de vocês apenas um desejo". "Eu primeiro! Eu primeiro!", Diz o secretário de administração. "Quero estar nas Caraíbas, a conduzir um barco, sem me preocupar com o mundo".  Puff! Desapareceu. "Eu sou o próximo! Eu sou o próximo!", Diz o representante de vendas. "Quero estar no Hawai, a relaxar na praia com a minha massagista pessoal, uma fonte infinita de Piña Coladas e o amor da minha vida." Puff! Desapareceu. "OK, és tu a seguir", diz o génio ao gerente. O gerente diz: "Quero aqueles dois de volta ao escritório depois do almoço."

Deixe sempre o seu chefe falar primeiro.

Lição 4

Uma águia estava sentada numa árvore, sem fazer nada. Um pequeno coelho vê a águia e perguntou-lhe: "Posso sentar-me contigo e não fazer nada?" A águia respondeu: "Claro, porque não?" Assim, o coelho sentou-se no chão por baixo da águia e descansou. De repente, apareceu uma raposa que saltou sobre o coelho e  comeu-o.

Para ficar sentado sem fazer nada,  deves estar sentado muito, muito alto.

Lição 5

O peru estava a fazer conversa com o touro. "Adoraria ser capaz de chegar ao topo daquela árvore" suspirou o peru, "mas eu não tenho a energia necessária."  "Bem, porque você não come um pouco dos meus excrementos?", respondeu o touro. Eles estão carregados com nutrientes. ". O peru bicou um pedaço de esterco e verificou que realmente lhe deu força suficiente para alcançar o ramo inferior da árvore. No dia seguinte, depois de comer um pouco mais de esterco, ele atingiu o segundo galho. Finalmente, depois de uma quarta noite, o peru empoleirou-se orgulhosamente no topo da árvore. Ele foi prontamente avistado por um fazendeiro, que tungas, disparou contra ele.

Há merdas que te levam ao topo mas não te mantêm por lá.

Lição 6

Um passarinho estava a voar para sul, no inverno. Estava tanto frio que o pássaro congelou e caiu no chão num grande campo. Enquanto ele estava lá, uma vaca veio e largou algum esterco sobre ele. Congelado como estava, começou a perceber o quão quente estava a ficar. O esterco estava mesmo a descongela-lo! Ele estava quentinho e feliz, e começou a cantar alegremente. Um gato que passava, ouviu o pássaro a cantar e foi investigar. Seguindo o som, o gato descobriu o pássaro sob a pilha de esterco de vaca, cavou-o de lá para fora e comeu-o prontamente.

(1) Nem todos os que cagam em ti são teus inimigos.
(2) Nem todos os que te tiram da merda são teus amigos.
(3) Quando estás na merda, o melhor é manter a boca fechada!

Ideia retirada do blog T&G e publicada aqui com a devida autorização.

segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Neste meu mar...



montei no meu barquinho para navegar.  
fecho os olhos; fico a flutuar.
o meu barquinho andava no mar. 
o meu barquinho andava em alto mar.
balança barquinho, balança barquinho,
balança barquinho, balança barquinho
...
(Sem naufragar)

o mar intensamente se agitou.
o vento sem controlo soprou, 
e sempre, sempre a soprar
e o barquinho quase a virar.

aguenta barquinho,
aguenta sem virar,
que eu gosto tanto desta viagem, 
sem parar...

veio uma ultima onda,
gigante,
 balança o barquinho,
e vira o barquinho,
...
e o barquinho faz chape no mar.

sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

E tudo o vendaval do catano que passou por aqui levou...




Não construo castelos, mas construo uma vida. Não penso a longo prazo, nem a quilómetros de distancia no que me pode acontecer, ou no que quero fazer. Não me preocupo em demasia com o futuro, mas faço planos como toda a gente. Os meus planos a curto prazo. Pequenos como a minha vida. Agendo dois dias de semana num Chalet de Montanha no Gerês porque posso e me apetece, compro com mais de um mês de antecedência bilhete para um concerto que queria muito ir ver, tenho um convite aceite e a minha presença confirmada para uma festa de amigos. Tenho direito a ter vida própria e a fazer planos de vida mesmo sendo eles muito poucos em relação à maioria do comum dos mortais.

Mas depois o vento sopra forte, faz úúúú-úúúú com muita força e leva os alicerces do que construí, deita tudo por terra e deixa-me com um amontoado de destroços que tenho que re-erguer, voltar a por no lugar da melhor forma que conseguir (e se conseguir) como se estivesse a montar um puzzle muito difícil e cheio de contradições. Não tenho direito a ter uma vida, não tenho qualquer direito a fazer as minhas escolhas em função do tempo livre que tenho. A minha chefe acha que sou refém dela, do Hospital e do trabalho. Aprisiona-me a vida em horários e escalas que me deixam sem ar apesar da ventania que sopra lá fora. Passa a vida a trocar-me (e a todos nós) as voltas. Este mês saiu-me a bola preta.

Mudou-me de equipa. Começo dia 1 de Novembro numa nova escala de equipa. Onde antigamente estaria de Saída de Vela e folga depois de uma noite de trabalho estou agora na equipa nova de manhã ou de tarde e foram-se com a ventania todos os meus planos pequeninos. Estou danada. Em broa. Estou mesmo fo-di-da. Literalmente fodida com letra grande e sem saber muito bem como vou dar a volta à situação. Deuses ajudem-me sim? Não sou má gaja, só quero mesmo viver a minha vidinha pequenina, sem contratempos e nenhum sobressalto de preferência. Pode ser? 

Prometo ficar desde já muito agradecida.

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Geografia trocada...



Na triagem...
(acrescentem-lhe um cheiro a merda que não se pode que os pc`s são muito virtuais e pouco reais)

AC- Que o traz por cá?
Individuo de raça negra - Estou com uma diarreia que nem posso. Ando a borrar-me todo.
AC- Há quanto tempo está assim?
Individuo de raça negra - Há uma semana. Andei a ver se aguentava.
AC- Esteve no estrangeiro recentemente?
Individuo de raça negra - Estive sim, regressei ontem.
AC (já em modo, ai que isto vai correr tão mal e o gajo traz bicharada que me vai comer a carninha e roer os ossinhos) -  De que país regressou?
Individuo de raça Negra - Da Costa ..... (  ).... rica.
AC - Da Costa Rica?
Individuo de raça negra - Da Costa da Caparica.

E pronto não era Ébola, era só um caso de geografia trocada.( já "nos safemos")